PoW & PoS

Proof of Work é o algoritmo cuja uma das principais funcionalidades é segurança e proteção da rede de blockchain dos diferentes tipos de ataques. Esta técnica permite a verificação de cálculos executados por mineradores. Os dados analisados pelo algoritmo PoW são criptografados em blocos, tendo o link (ponteiro) para o bloco anterior, juntamente com o número de transações. A probabilidade de um minerador encontrar um bloco depende diretamente da sua capacidade computacional. Quanto mais capacidade de mineração tiver, maior será a sua possibilidade de validar o bloco. Esta é a razão pela qual os mineradores começaram a criar “pools de mineração” especiais.

Devido à angariação de fundos dos nossos investidores e à presença de uma única “pool de mineração”, a empresa aumenta a participação nos lucros de cada um deles. O mining (mineração) desempenha um dos principais papéis no ecossistema de criptomoedas. O trabalho dos mineradores garante as principais funções da rede, tais como:

confirmação de transações;
cálculo da assinatura criptográfica do bloco;
proteção de rede contra os dados falsos;
apoio à descentralização da rede.

Do ponto de vista comercial, os mineradores recebem a remuneração pelo seu trabalho, atraindo cada vez ainda mais investidores e empresas privadas para este setor. Na opinião de muitos especialistas, a mineração é um dos nichos mais claros e estáveis da indústria de criptomoedas. Além disso, muitos governos do mundo legalizaram esse negócio por meio dos regulamentos jurídicos. Nos últimos 5 anos, o desenvolvimento de equipamentos especiais de mineração tornou-se mais popular devido a este fato. Um bom exemplo de tal equipamento é o ASIC. Tal equipamento permite que a empresa FluxOn trabalhe com mineração em criptomoedas.

Enquanto as criptomoedas se tornam mais populares, observamos o crescimento gradual das atividades de mineração. Este é um dos principais fatores que persuadiram nossa empresa a trabalhar nesta área.

Entre desvantagens, conseguimos mencionar as rápidas mudanças na tendência dos algoritmos de mineração de criptomoedas, como na sua complexidade. Em termos simples, o equipamento de mineração tende em tornar-se obsoleto ao longo do tempo, diminuindo o retorno. Este facto está relacionado com dois fatores: Lançamento de equipamentos mais desenvolvidos tecnologicamente e Aumento da complexidade de extração de criptomoedas.

Vantagens de Proof of Stake:

Para executar o ataque no sistema de PoS, você precisa de uma enorme quantidade de dinheiro, portanto, torna-se impraticável do ponto de vista financeiro.
Ao mesmo tempo, se o atacante tiver uma grande quantidade de cryptomoedas, ele provavelmente sofrerá com o seu ataque, prejudicando a sustentabilidade da criptomoeda.
Proof-of-Stake exclui os custos dos equipamentos de mineração que facilitam o trabalho com esse algoritmo e proporcionam uma vantagem competitiva em relação ao Proof of Work.

Desvantagens do Proof of Stake:

PoS dá uma motivação adicional para acumular fundos numa única carteira, o que pode afetar a descentralização da rede.
Se um pequeno grupo angariar uma grande quantidade de fundos, poderá impor as regras próprias na funcionalidade da rede aos outros participantes.
As disputas entre os apoiantes do Pow e do PoS têm uma longa história, entretanto a natureza de tais contradições é mais teórica. Hoje em dia, está provado que a aliança do Poof of Work e Proof of Stake dão o melhor resultado possível.

Resumindo, pode-se dizer: O Mining e Criptomoedas está sendo estabelecido e reconhecido pela comunidade mundial. Dois anos atrás, as criptomoedas eram discutidas em “círculos” fechados e agora é um tópico para fóruns e conferências internacionais. Este é um campo estrategicamente importante no desenvolvimento de muitos países, luta por tecnologias e tema de competição para muitos Países/estados. Já hoje, bilhões de dólares são investidos no desenvolvimento dessa área. Muitas fundações conhecidas no mundo e investidores privados participam no desenvolvimento deste setor. Todos esses fatos só podem apontar para uma coisa - o início do desenvolvimento de toda a indústria em uma escala mundial.